EMBRAPA: CONHECIMENTO EM PAUTA

O objetivo do evento, de acordo com Frederico Durães, gerente geral da Embrapa Produtos e Mercado, em Brasília, unidade idealizadora do evento, é mostrar ao setor produtivo oportunidades para debater, juntamente com representantes da pesquisa agropecuária e instituições públicas, sobre temas de valorização de mercado, que podem obter vantagens competitivas ao empreendedor

 

No último mês, a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) realizou o I Workshop Nichos de Mercado, no Centro de Convenções da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), em Campinas, a 93 quilômetros de São Paulo.

A ocasião reuniu profissionais de diferentes setores do agronegócio, com o intuito de debater e orientar sobre o mercado específico. Para Rafael Vivian, gerente adjunto de mercado da Embrapa Produtos e Mercado, citou que a proposta da organização do evento foi atingida.  O objetivo do evento, de acordo com Frederico Durães, gerente geral da Embrapa Produtos e Mercado, em Brasília, unidade idealizadora do evento, é mostrar ao setor produtivo oportunidades para debater, juntamente com representantes da pesquisa agropecuária e instituições públicas, sobre temas de valorização de mercado, que podem obter vantagens competitivas ao empreendedor.

O evento reuniu cerca de 130 pessoas, dentre estudantes, empresários e profissionais ligados ao setor, atuantes na cadeia produtiva, instituições públicas, pesquisadores, membros de organizações de classe e de extensão rural. Para a Embrapa, o workshop foi um meio de prospectar e desenvolver novos nichos, já que o setor é carente de tecnologias avançadas no ramo do agronegócio.

Onaur Ruano, diretor do Departamento de geração de renda e agregação de valor, da Secretaria da Agricultura Familiar do Ministério da Agricultura, apresentou possibilidades em políticas públicas disponíveis para o segmento. Para ele, a Embrapa realiza o diagnóstico da inovação na área agroindustrial. De acordo com nota da Embapa, para o gestor, o workshop deve ser transformado em ferramenta de trabalho para a cadeias produtivas.

A caprinovinocultura foi um dos destaques, com palestra de Carlos Monteiro, da Guaiuba Agropecuária. O leite de cabra vem se destacando na área alimentícia e também nos tratamentos dermatológicos. Além disso, a lã e a carne dos ovinos e caprinos estão cada vez mais em ascensão no mercado, mesmo com a quantidade per capita ainda ser pequena com relação à bovinocultura.

Já na área de fruticultura, um novo nicho foi apresentado. O cultivo do pêssego platicarpa, ainda desconhecido no Brasil, começa a tomar fôlego. A abertura do processo de oferta de material propagativo e licenciamento tem divulgação pelo site http://spm.sede.embrapa.br/licitacao/.

As flores ornamentais não ficaram de fora. Esse segmento foi explorado com cases de sucesso, e contou com a troca de experiências entre profissionais do setor, e pessoas que querem investir neste ramo. As plantas medicinais e fitoterápicos também estiveram em pauta no evento. “Cerca de 70% do mercado brasileiro de plantas medicinais é controlado por empresas transnacionais, situação que reflete o baixo nível de competitividade apresentado pela cadeia produtiva nacional. Mesmo assim o setor emprega mais de 100 mil pessoas”, explicou Ana Paula Vaz, pesquisadora da Embrapa Produtos e Mercado.

As palestras que aconteceram, além dos principais desafios e oportunidades propostos no segmento citados no evento deverão se reunir em uma publicação, cujo objetivo é dar acesso aos conhecimentos compartilhados durante os dois dias de trabalho. O documento terá informações disponibilizadas pelos representantes dos Ministérios da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) e Desenvolvimento Agrário (MDA), e do Banco do Brasil, sobre ações de financiamento para o mercado.

Compartilhe :

Submit to DeliciousSubmit to DiggSubmit to FacebookSubmit to Google PlusSubmit to StumbleuponSubmit to TechnoratiSubmit to TwitterSubmit to LinkedIn
Da Redação

E-mail O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.