Revista 73 / Jan/Fev 2004

Revista 73 / Jan/Fev 2004

ATENÇÃO NA HORA DE GUARDAR OS GRÃOS

Avalie este item
(0 votos)

O Grupo Kepler Weber, empresa que há 78 anos de atuação no mercado de armazenagem, realizará, entre os dias 9 e 13 de fevereiro, durante o Show Rural Coopavel, em Cascavel (PR), o lançamento de suas novidades na sua linha de máquinas de limpeza e secagem de grãos. Othon d’Eça Cals de Abreu, diretor presidente do grupo, diz que o setor de armazenagem no

A VEZ DOS “PEQUENOS”!

Avalie este item
(0 votos)

A Associação Vale do Lírio e a Associação Gonçalo Soares responderão pelo abastecimento de mamão papaya certificada pelo programa de qualidade da rede de todo o Norte e Nordeste do País.

04Rev73 Jan-Fev

A parceria, inédita para o Carrefour no Brasil, viabilizou-se atreves da agroindústria Caliman, tradicional fornecedora do Garantia de Origem da mesma fruta para os hipermercados da rede localizados na região Sudeste. Dona de uma área de 600 hectares no Espírito Santo, a Caliman tem na exportação de mamão papaya para Estados Unidos, Canadá e Europa seu principal negócio. 

 

O contrato foi assinado na sede da Caliman Nordeste, em Macaíba, com a presença de Arnaldo Eijsink, diretor de agronegócios do Carrefour, de Francisco Lemos, vice-presidente da Caliman, e de representantes de assentamentos. Em 2000, a agroindústria fez contato com o primeiro assentamento. “Tínhamos por meta elevar nossa oferta para mercados nobres”, recorda Lemos. “O assentamento estava localizado em uma região de alto potencial, com mão-de-obra capacitada e com acesso a recursos de baixo custo disponíveis pelo governo”. 

 

Com apoio do Ministério da Agricultura e do Incra e firmou uma parceria na qual estabeleceu o fornecimento de know-how no cultivo de papaya e apoio tecnológico, além da garantia de compra de todo o produto com preço fixado em dólar. Resultado: o cultivo deu tão certo que a produtividade dos assentamentos, de 90 toneladas por hectare, é superior a da própria fazenda Caliman, de 70 toneladas por hectare. Formados por 42 famílias e 32 famílias, respectivamente, cada assentamento possui 1,5 hectares. 

 

“Ao tomar conhecimento da parceria de sucesso, o Carrefour viu na compra das frutas dos assentamentos a oportunidade de oferecer aos seus clientes um produto de qualidade e de incentivar um importante trabalho social”, afirma o diretor de Agro-negócio do Carrefour, Arnaldo Eijsink. O mamão papaya destinados aos hipermercados é selecionado junto com a fruta negociada com o mercado internacional, que, assim como o Garantia de Origem, exige boas práticas agrícolas e de higiene, respeito ao meio ambiente, ótimo aspecto visual e sabor e total rastreabilidade. 

 

Os alimentos certificados com o selo de Garantia de Origem são naturais, sem resíduos de agrotóxicos e tem o seu processo de produção totalmente acompanhado por agrônomos e veterinários, além de auditores que, periodicamente, visitam os campos de cultivo, pastos e granjas. Hoje, são 45 produtos que ostentam o selo de qualidade, entre os quais frutas, legumes, carne bovina, suína, de coelho, pato, galeto, frango caipira e galinha de angola, peixes, grão, ovo caipira e queijo gran formaggio. Os fornecedores são selecionados depois que os técnicos do Carrefour conhecem suas instalações e examinam as condições de produção.

COMO ESTÁ A SEGURANÇA DO NOSSO REBANHO?

Avalie este item
(0 votos)

O alerta dos estudiosos parte de um único questionamento. Até que ponto, o rebanho brasileiro está imune a um ponto desta natureza?

EM BUSCA DO “SUPER FEIJÃO”

Avalie este item
(0 votos)

O objetivo dos pesquisadores é o de oferecer aos pequenos e médios produtores, da região do semi-árido Nordestino, uma opção de cultivo com produtividade, mesmo em condições climáticas adversas. De acordo com o pesquisador Eduardo Romano, da Embrapa, o feijão resistente à seca será uma alternativa de renda para o produtor nordestino. “Com essa

Agora a nutrição de avestruzes está completa com formulações ainda mais eficazes para cada fase de desenvolvimento da ave. Mais do que proporcionar o balanceamento nutricional ideal, o Programa Purina leva até o cliente todo o apoio técnico da empresa que acompanha de perto o crescimento de cada negócio, oferecendo soluções com maiores benefícios do

Os dados foram divulgados pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. O superávit do setor atingiu US$ 267 milhões no ano passado, contra US$ 157 milhões dos 12 meses anteriores. A meta do Brasil é elevar as vendas externas a US$ 1 bilhão até 2010. Para tanto, a cadeia produtiva da fruticultura e o governo vem investindo em programas de

A partir de 2 de fevereiro, todas as frutas e hortaliças vendidas ao consumidor deverão ser rotuladas. As exceções serão alface, agrião, couve, espinafre, rúcula, repolho, brócolis, alcachofra, aspargo e cebolinha, cujo prazo final para a adesão à rotulagem termina em 15 de março.

Willian Tabchoury, superintendente da Associação para o Progresso do Agro- negocio Lácteo (Látea Brasil), diz que esse fato é bastante positivo, haja vista, que o setor esteve com seus olhos voltados, muito mais para o cenário de médio e longo prazo, como, exemplo, marketing institucional, incremento no consumo do leite pela população, leite na merenda

NOVAS CULTIVARES DE MANDIOCA PARA O NORTE

Avalie este item
(0 votos)

O cultivo da mandioca predomina na região de floresta alterada, onde se encontra a maioria dos assentamentos de produtores rurais, fazendo-se presente também nas inúmeras malocas indígenas espalhadas na região das savanas, onde os plantios são feitos no sistema broca – derruba – queima em ilhas de mata próximas.

UVA SEM SEMENTES É NOVIDADE NACIONAL

Avalie este item
(0 votos)

As novas variedades foram criadas pela Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), vinculada ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, depois de sete anos de pesquisa de laboratórios e de campo. Duas – a BRS Linda e BRS Clara – são de uva branca. A outra, a BRS Morena é de uva preta.