Revista 04 / Fevereiro 1998

Revista 04 / Fevereiro 1998

E enquanto não encontravam solução, eles simplesmente abriam enormes buracos e jogavam tudo numa área pertencente a empresa. Mas eles sabiam que esta maneira não era a melhor, e que dentro de alguns anos poderia haver problemas ambientais. 

Bovino de corte - panorama desfavorável

Avalie este item
(0 votos)

Os números apurados pela Rural em 97 chegam a quase R$ 95 milhôes, em 656 leilões, que negociaram 29.904 animais, entre bovinos de corte, leite equinos. Este valores superam as marcas de 96, quando 717 remates movimentaram R$ 82 milhôes, em 29.050 animais.

Quem vem buscando essa saída para dar maior competitividade aos seus produtos garante que o investimento feito para “poupar a dona de casa de limpar e cortar verduras” compensa largamente. É o caso, por exemplo, da Lotus Alimentos Práticos, de Porto alegre, RS, que quando abriu em julho de 95, imaginava ser fornecedora apenas de hotéis e restaurantes.

A cevada cervejeira é uma planta cultivada no inverno com áreas delimitadas devido as condições climáticas que necessita. NO Brasil, ela é plantada somente na região sul, em zonas que tenham um certo volume de chuvas, frio e umidade, como o sul do Paraná, o centro-oeste de Santa Catarina, o norte e o sudoeste do Rio Grande do sul. Na safra 96/97 foram plantados 83.575 mil ha que obtiveram uma produção de 223,160 mil toneladas e segundo Marcelo Boff, do setor de Fomento da Cervejaria Brahma, “foi tudo consumido no mercado interno”, afirma.

Seleção - a vez dos “polivalentes”!

Avalie este item
(0 votos)

Terminar os animais de forma mais rápida e econômica é o desejo de todo pecuarista que lida com gado de corte. O investimento em genética torna-se, para esse fim, um importante parceiro. Hoje, vários fatores são ponderados na hora de decidir com que tipo de animal vai se trabalhar, inclusive, a produção leiteira das fêmeas.

A constatação é da engenharia agrônoma e pesquisadora cientifica do IEA – Instituto de Economia Agrícola, de São Paulo, Marina Brasil Rocha. Para ela, a baixa eficiência da política de garantia de preços mínimos tem uma de suas raízes na crise da dívida externa, que provocou modificações nas políticas macro-econômicas e, em conseqüência, as políticas setoriais foram obrigadas a se ajustar na nova realidade.