Revista 01 / Ago/Set 1997

Revista 01 / Ago/Set 1997

Confinadores de 14 estados brasileiros se reuniram em Uberlândia/MG, dias 7 e 8 de agosto, para seu 1º encontro Nacional e 5º Encontro Estadual do Novilho Precoce. Pelo menos 500 pessoas participaram ativamente das palestras, debates e do dia de campo.

Casamento por interesse!

Avalie este item
(0 votos)

A nova realidade de economia mundial vem provocando uma mudança bastante significativa em diversos mercados. Algumas empresas que, até pouco tempo atrás disputavam espaço num mesmo segmento estão decidindo levar a efeito o velho ditado que diz, a união faz a força e se juntam para somar infraestrutura e Know-how, gerando novas empresas e mega incorporações que visam ampliar sua participação e força dentro de suas áreas de atuação.

Receitas para uma alta produção

Avalie este item
(0 votos)

Associação de criadores, que realiza o Serviço de Controle Leiteiro (SCL), há mais de 50 anos divulga o ranking com as 50 maiores lactações - até 305 dias -,das quatro principais raças criadas no país. O SCL mede o teor de proteína e gordura do leite, além de detectar a mastite subclínica e, sobretudo, quantificado a produção atesta a qualidade do animal e do leite.

Ao gado as laranjas!

Avalie este item
(0 votos)

A citricultura brasileira sempre foi refém dos resultados das safras americanas. Quando havia estiagem nos brasileiros comemoravam e exportavam toda a sua produção. Quando o fator climático não interferia toda a sua produção. Quando o fator climático não interferia nessa relação comercial, entrava em cena os preços baixos e produtores reclamando. Esses altos e baixos da citricultura já vêm de longa data, o setor atravessa um período de baixos preços no mercado internacional, em função dos estoques ainda existentes e da perspectiva de grande produção de frutas nos dois países. 

O resultado da secagem conferiu à bebida melhor sabor e aroma e o preço do café Parreira foi bater em US$ 210 a saca ( 20% acima), inclusive reduzindo o preço de produção de US$ 80 para US$ 65, devido a aposentadoria do secador de fornalha e dias de trabalho da mão-de-obra.