Revista 28 / Abril 2000

Revista 28 / Abril 2000

Á primeira vista, a denominação “sexagem de embriões” parece algo já conhecido pelos pecuaristas, já que determinar o sexo de um feto por meio do ultrassom há muito deixou de ser novidade e é prática comum na pecuária para quem se utiliza de transferência de embriões. “Mas não é nada disso”, alerta o pesquisador Sidney Uvo, da Central Fábrica do Embrião, localiza em Itú, SP que presta serviço de coleta, congelamento, bipartição e sexagem de embriões em bovinos.

Arrozeiros fazem cobranças

Avalie este item
(1 Votar)

Abertura do arroz, realizada no dia 18 março, dentro das dependência da Embrapa, localizada no município de Capão do Leão, vizinho de Pelotas, no Rio Grande do Sul, foi alimentada com diversos temperos.

O chamado condomínios de inseminação artificial está alterando o perfil da pecuária leiteira no Oeste e Sudeste do Paraná. Com o auxílio das iniciativas pública e privada, os produtores têm vivenciado o aumento de produção de seus rebanhos. 

Economia é a palavra de ordem!

Avalie este item
(0 votos)

O que pesa mais na hora de se escolher um caminhão? De acordo com os produtores ouvidos pela Rural, a economia, não só de combustível, mas, principalmente, de manutenção é o item primordial a se levar em conta. “Não podemos esquecer que essa máquina vai ficar mais de uma década a nossa disposição e quanto menos ela visitar uma oficina mecânica nesse período, melhor”, afirma José Roberto de Souza, pecuarista com fazendas na região de Araçatuba e Rondonópolis.

GPS - falta mão-de-obra!

Avalie este item
(0 votos)

Tradicionalmente a avaliação do rendimento das culturas produz valores aproximados que indicam o desempenho da safra.O geoprocessamento, com o uso de dados espaciais e não-especiais, obtidos por GPS (Global Posicion System), SIG (Sistema de Informações Geográficas) e sensores em satélites, permite o mapeamento das informações para diagnósticos mais precisos sobre o desenvolvimento da lavoura. 

Mourões - agora com qualidade industrial

Avalie este item
(0 votos)

A tecnologia á comercialização de mourões de cerca. Empresa têm se preocupado em apresentar produtos diferenciados, com qualidade, possibilitando maior durabilidade e presença da mata nativa. 

Nelore quer integrar cadeia da carne

Avalie este item
(0 votos)

As exigências do comércio mundial estão batendo á porteira das fazendas produtor de carne. Para o fornecimento de qualidade, a Associação dos Criadores de Nelore do Brasil pretende integrar pecuaristas, instituições de pesquisas, frigoríficos e supermercados. 

Orgânicos querem crescer

Avalie este item
(0 votos)

A demanda por produtos orgânicos (totalmente isentos de agrotóxicos) está numa etapa de crescimento. Essa perspectiva faz com que o setor se mobilize, inclusive a nível internacional, na busca de melhores condições de comercialização que permitam a auto-sustentação do segmento, e ao mesmo tempo, a utilização de tecnologias intermediárias procurando evitar não apenas a utilização de adubos químicos, mas principalmente, uma agressão mais intensa ao solo e á natureza. 

A Embrapa/Gado de corte está desenvolvendo uma bateria de testes para definir o melhor padrão de idade e peso de abate do “vitelo” pantaneiro, um produto regional, que deverá ser lançado em breve reforçando a referência ao sistema de produção típica do Pantanal: ecologicamente correto.

Percevejos estão mais resistentes

Avalie este item
(0 votos)

O percevejo marrom, uma das principais pragas que atacam as lavouras da soja na fase reprodutiva (formação e enchimento de vagens), está criando resistência ao uso de inseticidas. O problema foi detectado há alguns dias em lavouras de região de Cândido Mota, interior de São Paulo. Há suspeitas também na região de Centenário do Sul, Norte do Paraná.

Plantando na terra do vizinho

Avalie este item
(0 votos)

Hoje, dos aproximadamente 11 mil produtores de arroz do Rio Grande do Sul, cerca de 70% são arrendatários, ou seja, plantam em terras de outros, muitas vezes em sistema de parceria. Há quem defenda essa medida como forma de tornar a cultura economicamente viável. Outros, porém, tornar a cultura economicamente viável. Outros, porém, acham que há desigualdade no negócio, já que o dono da terra corre pouco ou quase nenhum risco. 

São Paulo é celeiro genético

Avalie este item
(0 votos)

O alto custo da terra tem feito Estado de São Paulo se tornar um centro de desenvolvimento genético. Na raça Simental, o território paulista aparece como o local de todas as linhagens.