Revista 30 / Junho 2000

Revista 30 / Junho 2000

A incubação artificial de ovos, na criação racional de avestruzes, é necessária a fim de otimizar o processo produtivo e qualificá-lo, frente ás exigências dessa atividade, que já nasce altamente competitiva e com natureza de agroindústria globalizada. 

Os avanços tecnológicos registrados nos últimos tempo embutem reivindicações em torno de uma melhoria na qualidade de vida dos mais diversos segmentos da população, embora partam com mais intensidade, sobretudo das classes mais abastadas que habitam o planeta o planeta.

Com a participação de cerca de 200 pessoas, entre técnicos, criadores e estudantes, aconteceu dia 2 de junho, na Embrapa de São Carlos, a 4ª Convenção Nacional do Canchim. Um dos focos do programa foi o debate sobre o novo padrão racial denominado de Canchim 2000. O outro ponto, a apresentação de palestras técnicas e mercadológicos. 

O tema básico é o gerenciamento da propriedade rural. A partir daí são subdivididos para várias atividades que podem existir dentro da fazenda. Controle genético e de custos do rebanho de corte, de leite, da agricultura, das máquinas agrícolas, do rebanho eqüino. 

Trabalho da Embrapa tem como objetivo aproveitar comercialmente 720 mil toneladas de sobras do caju, que atualmente é descartada pela indústria de sucos. Biscoitos, pães, snacks e até bolos com alto teor de fibras a partir do bagaço do caju. Esta é a novidade que a Embrapa Agroindústria de Alimentos do Rio de Janeiro acaba de desenvolver em parceria com a Embrapa Agroindústria Tropical (CE).

Ministério da Agricultura e do Abastecimento liberou o uso de fosfatos não tradicionais para a alimentação do gado, como os de rocha e o superfosfato triplo. Pesquisadores da Embrapa Gado de Corte alertam para alguns cuidados a serem tomados, como a necessidade de controle das matérias-primas que serão usadas no preparo das misturas, a busca de orientação técnica e o perigo de substituição indevida de componentes para não exceder os limites de tolerância do animal.

Grupo formados por profissionais experientes quer dar orientação para melhorar a produtividade dos criatórios, desde a genética utilizada até a alimentação, manejo e até administração da propriedade. 

Mesmo sendo uma estimativa, pesquisadores acreditam que não está muito distante da realidade, 50 milhões de hectares de pastagens em todo o cerrado estão degradados, ou seja, com capacidade nutricional baixa e, por conseqüência, deveriam receber tratamento de recuperação urgente. Isto porque, um pasto deficiente não gera o ganho e peso esperado e o pecuarista está perdendo dinheiro com isto. 

Terceirização - boa para todos!

Avalie este item
(0 votos)

O crescimento da terceirização de serviços no campo (plantio e/ou colheita) no país está confirmando o que alguns especialistas apontavam, até há pouco tempo atrás, como tendência. A cada dia dentro do atual sistema econômico, os produtores compreendem que para continuar na atividade é preciso sair em busca de fórmulas para reduzir custos e, com isto, ampliar a margem de ganho. E a terceirização é apontada como um dos meios de se conseguir este objetivo.