Revista 86 / Abril 2005

Revista 86 / Abril 2005

Cerca de 38 mil pessoas visitaram a AGRISHOW COMIGO 2005, no Centro Tecnológico Comigo, em Rio Verde, no período de 5 a 9 de abril. Foram registradas as visitas de produtores rurais de vários municípios do Estado, especialmente do sudoeste goiano como Acreúna, Jataí, Montividiu, Santa Helena, Indiara, Edéia, Caiapônia, Jandaia e Paraúna, além dos estados de Mato Grosso, São Paulo, Paraná, Minas Gerais e Distrito Federal.

Mais calor... mais água

Avalie este item
(0 votos)

Mesmo com toda a profissionalização no agronegócio e o advento de novas tecnologias nas lavouras, as influências climáticas são fatores fundamentais para o desenvolvimento de todas as culturas. No caso da cana-de-açúcar, não poderia ser diferente, mais do que a dependência climática durante um certo período, ela necessita dos fatores externos durante o ano inteiro para obter produtividade e qualidade na hora da colheita. Isso se deve, principalmente, ao fato da cultura ter um longo ciclo, se comparado com as demais.

A cachaça brasileira desfruta hoje de uma situação privilegiada em todo o mundo. Como provas desse reconhecimento, pode-se citar as conquistas que a bebida vem obtendo em vários concursos e exposições internacionais, sendo a mais recente conquistada em março passado. Em 2004, da produção de aproximadamente 1,3 bilhões de litros, mais de 10,2 milhões foram exportados e os especialistas setor vêem potencial para a conquista de novos mercados.

A cana de açúcar é largamente utilizada por criadores como volumoso durante a seca, já que a cultura apresenta sua maturidade durante o período mais crítico para alimentação do gado. Com a possibilidade de ser ensilada, a cana de açúcar agora se torna disponível para utlização durante todo o ano. Diversos aspectos tem motivado a ensilagem de cana de açúcar, proporcionando um volumoso de custo muito baixo, além de uma qualidade nutricional surpreendente, quando comparado à própria cana fresca.

Canchim: buscando funcionalidade

Avalie este item
(0 votos)

A Associação Brasileira dos Criadores de Canchim realizou um encontro de juízes, técnicos e criadores da raça para discutir as diretrizes que devem nortear os trabalhos de seleção dos criatórios. O evento, que ocorreu entre 25 e 26 de fevereiro na Fazenda Calabilú, em Capão Bonito, SP, reuniu criadores de diferentes regiões.

Caracu: tradição de pai para filho

Avalie este item
(0 votos)

Se no meio de uma roda de criadores de Caracu você perguntar porque os pecuaristas optaram por esta raça para segmentar os seus rebanhos, pode ter certeza que a grande maioria irá citar junto com a resposta que criar Caracu é, antes de tudo, uma tradição de família.

Cigarrinha: inimiga da produtividade

Avalie este item
(0 votos)

Há um bom tempo infestações de cigarrinhas vem comprometendo a produtividade e a qualidade dos canaviais em todas as principais regiões produtoras do país. Várias medidas podem ser tomadas no combate a esta praga, dependendo da região, condições ambientais e do tamanho do estrago causado na plantação. A proibição à queima da palha em São Paulo vem ampliando a preocupação com o controle destes insetos.

Conforme já ocorreu em outras épocas a cultura da cana-de-açúcar caminha, a passos largos, para se tornar uma atividade de importância chave na economia agrícola do Brasil. O segmento de produção de açúcar e álcool passa por um momento de transformações políticas, estruturais e de comércio importantes e que estão sendo motivadas pelo aumento no consumo desses produtos nos mais diferentes mercados.

Forrageira

Avalie este item
(0 votos)

Cada dia é mais comum nas fazendas de pecuária a utilização da cana-de-açúcar na alimentação do rebanho bovino. Isso faz com que essa cultura apresente uma colaboração importante na alimentação do rebanho bovino brasileiro.

A manutenção dos superávits na balança comercial do setor sucroalcooleiro sobretudo de produtos como açúcar e álcool, está transformando a realidade das usinas de moagem de cana-de-açúcar no interior paulista. Responsável por mais de 80% da produção nacional os produtores da região Centro Sul do país, já falam, inclusive, em ampliar sua produção para entrar em novos mercados.

Seca: tecnologia para enfrentar a seca

Avalie este item
(0 votos)

Uma coisa é consenso entre técnicos, pecuaristas e pesquisadores. Nas condições brasileiras de criação o melhor ainda não se inventou um alimento para oferecer ao rebanho com melhor relação de custo x benefício do que o pasto. Na opinião de muitos especialistas para que a bovinocultura tropical seja competitiva precisa, necessariamente, explorar melhor seus sistemas de pastagem naturais e cultivadas.

Quando o Brasil iniciou a implantação da rastreabilidade bovina - pressionado pela imposição de compradores externos - estava na verdade dando mais um passo em direção da instalação de um processo de segurança alimentar dentro da cadeia da carne bovina. E quando produtores de frutas em conjunto com o Ministério da Agricultura implantam o Sistema de Produção Integrada de Frutas, também estão se engajando na construção de um processo de segurança alimentar para o seu setor.

Silagem: rico alimento para o gado

Avalie este item
(0 votos)

Cada dia é mais comum nas fazendas de pecuária a utilização da cana-de-açúcar na alimentação do rebanho bovino. Isso faz com que essa cultura apresente uma colaboração importante na alimentação do rebanho bovino brasileiro.

Com mais de 10 anos de atuação na raça Simental, sendo um terço deste tempo dedicado, exclusivamente, ao desenvolvimento da linhagem Sul Africana da raça no Brasil, a Agrozurita dá ao mercado, mais uma mostra do profissionalismo que envolve seu trabalho de seleção, durante a realização da terceira edição do leilão Inovação Simental Sul Africano.

A cidade de Uberaba, no triângulo mineiro, se prepara para servir de palco do evento de maior prestígio da pecuária brasileira. A ExpoZebu 2005, deve reunir, entre os dias 29 de abril a 10 de maio, no parque de exposições Fernando Costa, um público de aproximadamente 500 mil pessoas, segundo os organizadores.

Verminoses: combate sistemático

Avalie este item
(0 votos)

O atual paradigma de produção que envolve a atividade pecuária de corte no Brasil, tem no desenvolvimento do trabalho científico um aliado importante para a manutenção de seus resultados. A busca cada vez maior por parâmetros de produtividade precisos, não permite que o achismos e a arbitrariedade façam parte das decisões dentro das fazendas.