Revista 149 / Julho 2010

Revista 149 / Julho 2010

Algodão - o caminho para lucratividade

Avalie este item
(0 votos)

O algodão que chegou tímido as lavouras do cerrado como alternativa de rotação para outras culturas torna-se uma oportunidade de bons negócios para os grandes produtores brasileiros em um momento em que a eficiência na produção faz toda a diferença.

Braquiária - escolha a época certa

Avalie este item
(0 votos)

Diante do Sistema Integração Lavoura-Pecuária, outra ferramenta também deverá ser útil ao produtor, como a indicação mais acertada de quando se deve fazer o plantio do consórcio forrageira e milho.

Café - uma produção sustentável

Avalie este item
(0 votos)

Uma fazenda de café no norte do Paraná mostra que é possível produzir sem destruir o meio ambiente, entre os ingredientes está alinhar a produção com padrões em sustentabilidade socioambiental. Com destaque, a propriedade virou modelo de produção e chamou a atenção para a região quando o assunto é café especial.

Café - qualidade made in Brasil

Avalie este item
(0 votos)

Não é a toa que o café brasileiro ocupa hoje a liderança em produção e exportação do grão. A preocupação com questões como aroma, sabor e qualidade do café tem sido constante em toda a cadeia para levar o que há de melhor nas lavouras às xícaras dos consumidores de todo o mundo.

Conab - que milho caro!

Avalie este item
(0 votos)

O governo federal optou pelo percurso mais longo e mais caro na época mais imprópria e ainda por cima encareceu o frete – enfim, cadê a ajuda?

“JÁ TÍNHAMOS A CRIAÇÃO DO SIMBRASIL, QUE É UMA RAÇA QUE APRESENTA UM GANHO DE PESO DE MAIOR FACILIDADE, E COMO SEMPRE FAZÍAMOS O MELHORAMENTO GENÉTICO DA RAÇA, A MELHOR MANEIRA QUE ENCONTRAMOS PARA APROVEITAR ISSO FOI COM O CONFINAMENTO”.

Dedo de Prosa

Avalie este item
(0 votos)

A sustentabilidade tem norteado debates em todo o mundo e o Brasil é um dos grandes atores desse cenário. Mas até que ponto é possível conciliar a produção de alimentos com a preservação da natureza? O presidente da Associação Brasileira dos Criadores de Zebu (ABCZ), José Olavo Borges Mendes – que concedeu uma entrevista à repórter Cíntia Rocha – dá a sua a opinião sobre o assunto e o papel principal desta entidade sobre esse e outros temas relacionados à pecuária brasileira.

Otimizar a produção sem a necessidade de explorar novas áreas e reduzir a emissão de Gases de Efeito Estufa (GEEs) são alguns dos pontos chaves da questão. Mas afinal, o que é preciso saber e o quanto é necessário investir para aumentar a eficiência na produção e implantar o sistema de sustentabilidade nas fazendas? E Quem pagará essa conta?

Festa - Top Of Mind

Avalie este item
(0 votos)

O Top of Mind Rural idealizado pela Revista Rural tem como objetivo conhecer e premiar as marcas mais lembradas pelos produtores rurais. Sem dúvida, uma justa homenagem para as empresas do segmento que realizam um bom trabalho de marketing.

Lavoura - O trio do futuro

Avalie este item
(0 votos)

A ideia de unir boi a pasto, lavoura e árvores, aos poucos, ganha os moldes para se tornar o jeito mais viável de se produzir carne a partir da linha de pensamento ‘agroecologicamente correto’.

Marcadores - Em busca do boi perfeito

Avalie este item
(0 votos)

Nem só os olhos do dono engordam a boiada. Atualmente, é possível encontrar no mercado rebanhos geneticamente prontos para produzir dentro do que o produtor deseja. Em outras palavras, a tecnologia disponível hoje na pecuária oferece características genéticas de real valor econômico capaz de aumentar a produtividade, a performance dos animais e fazer com que o pecuarista produza um gado de grandes interesses econômicos.

A pecuária tradicional e extensiva praticada no Pantanal brasileiro é fator de conservação ambiental. A constatação é do chefe geral da Embrapa Pantanal, José Aníbal Comastri Filho, depois de receber a publicação de um estudo que comprova que 87% da vegetação nativa do bioma está intacta. Esta situação já era de conhecimento de técnicos e pecuaristas que trabalham e vivem na região. O que faltava eram informações técnicas que agora foram levantadas por este trabalho.

Na seca, a presença de parasitas diminui no meio ambiente. No entanto, os internos continuam a se desenvolver no hospedeiro. Especialistas recomendam: esse é um período favorável para o combate estratégico e eficiente desse problema. A atenção com os bezerros deve ser redobrada.

Trigo - A colheita do fracasso

Avalie este item
(0 votos)

Quando foi entrevistado, em janeiro deste ano, o agricultor Darci Lago Decian, da região de Dourados (MS), apontava os fatores climáticos como os principais causadores dos prejuízos ocasionados nas lavouras de soja, trigo e milho, no decorrer do ano passado. Na época, o produtor ainda reforçou que o milho e o trigo não sinalizavam melhora nos preços. Este último, no caso nem comprador tinha.