Curiosidades

As curiosidades da pesquisa

A prática de considerar sempre o primeiro nome que vem a cabeça do entrevistado permite que a pesquisa Top of Mind considere algumas respostas que são verdadeiras pérolas. Outras, porém, embora erradas, indicam algumas características interessantes do modo de pensar do público consumidor. Por exemplo: Atuante em produtos para pulverização e em outras áreas distintas, a Jacto alcançou índice de respostas significtivas na categoria sistemas de irrigação nos dois anos em que o item foi incluído no Top of Mind, embora a empresa não fabrique este tipo de equipamento. A analogia feita pelo produtor do nome Jacto com água (jato de água) acaba fazendo-o crer que trata-se de uma empresa de produtos para irrigação.

Por outro lado, há empresas que que acabam desfrutando de bom índice de respostas simplesmente por fabricar produtos que são utilizados ou vendidos juntamente com outros. A Coimma, por exemplo, forte produtora de troncos e balanças (onde conquista o troféu Top of Mind nas duas categorias) também apresenta elevado índice de respostas na categoria cochos, produto que ela não fabrica.

A força de alguns nomes também sobrepõe a sua função. Marcas como Tortuga, Manah e Agroceres, por exemplo, são citadas em quase todas as categorias, até mesmo em algumas onde não possuem qualquer vínculo ou afinidade. Desse modo, é muito comum encontrar na pesquisa distorções do tipo "Sementes Tortuga", "Vacinas Agroceres" ou "Defensivos Manah". A pesquisa confirma, entretanto, um inevitável índice maior de respostas erradas ou distorcidas nas categorias ligadas a agricultura, por exemplo, por pecuaristas e vice versa. Daí a preocupação de realizar a pesquisa sobre uma amostragem equilibrada, com cuidadosa distribuição considerando o perfil dos entrevistados.

Trocas de nome

Fato que começou a se tornar corriqueiro nos últimos anos em função das seguidas fusões pelas quais a maioria das grandes empresas vem sendo submetidas, a troca de nomes provocou mudanças significativas em algumas categorias do Top of Mind. Enquanto a marca Rhodia venceu com folga a primeira edição da pesquisa na categoria vacinas (com 37,5%), a sua sucessora Merial levou quatro anos para conseguir confirmar o prestígio que a empresa desfruta nesse segmento. Ao longo destes anos, o nome Rhodia foi cedendo seu espaço gradativamente a Merial. Bom para a Pfizer, segunda colocada no primeiro ano da pesquisa (com 25%), que acabou vencendo sozinha nas três edições seguintes da pesquisa.

Fenômeno semelhante vem passando a marca De Laval, que, aos poucos, está tomando o lugar de sua antecessora, Alfa Laval, um nome muito forte e enraizado na cabeça do produtor. Com isso, a Westfalia, sempre bem colocada na segunda posição, este ano, pela primeira vez, obteve o primeiro lugar junto com sua principal concorrente.

Na categoria inseminação fusões marcaram as duas centrais mais populares do país, porém, as estratégias de marketing institucional adotadas pelas duas empresas definiram rumos diferentes na performance delas na pesquisa. Enquanto a ABS impôs seu nome a já tradicional Pecplan, a Lagoa da Serra manteve a marca brasileira sobreposta a sua atual proprietária Holland Genetics. Resultado: enquanto a ABS apresenta estagnação nos seus números percentuais, a Lagoa vem registrando crescimento gradual e constante, culminando com o primeiro lugar isolado este ano, com 6,1 pontos percentuais acima do ano anterior.

Algumas destas marcas, se não existem, deviam ser inventadas.

 

Rações: Canelinha, Cereal, Rosquinha, Saborosa, Food Good

Parasiticidas: Carrapatox, Nocaute, Mata-Tudo, Bicheiron

Sal Mineral: Salgadinho, Lambe-Lambe, Nutritivo

Vacinas: Leivas, ABC

 

É para bicho ou para gente?

 

Vermífugo: Leiba

Vacina: Tríplice, BCG

Antibiótico: Tetraciclina

Sal Mineral: Cisne

 

Olhando para dentro da porteira:

 

Inseminação: Dr. Marcelo, Dr. Rogério, Dr. Luiz Cláudio

Ração: Caseira, Silagem, Própria

Ordenhadeiras: Manual, Com balde

Fertilizantes: Esterco, Terra preta

Mais nesta categoria: História »